Medicamentos prometem emagrecer sem esforço

Descobertos dois novos medicamentos que prometem emagrecer e aumentar a resistência física de usuários sem a necessidade de exercícios físicos diários.

Cientistas do Instituto Médico Howard Hughes e do Instituto Salk para Estudos Biológicos descobriram que os medicamentos GW1516 e o AICAR podem ser a resposta para aquelas pessoas que desejam perder peso sem fazer esforço.

Os pesquisadores descobriram que essas duas substâncias provocaram em ratos de laboratório várias das respostas fisiológicas comuns a organismos que fizeram exercícios físicos. As drogas ajudaram a aumentar a resistência física e a capacidade do corpo das cobaias de queimar gordura.

O estudo divulgado pela revista Cell promete ajudar não apenas a combater a obesidade e o cansaço, mas também auxiliar pessoas que não podem fazer exercícios físicos ou aquelas que têm algum tipo de incapacidade ou transtorno metabólico. Além disso, as novas drogas podem ser uma resposta para aqueles que têm doenças como a distrofia muscular, que ainda é incurável.

As cobaias foram submetidas a vários testes, apesar de os resultados serem diferentes para cada substância, em ambos os casos eles ajudaram as celulares musculares a aumentarem o seu rendimento e contribuíram para que o organismo queimasse uma maior quantidade de gordura.

Apesar dos resultados animadores, ainda não existe nenhuma previsão para que os medicamentos comecem a ser testadas em humanos. Segundo os cientistas responsáveis pela descoberta, ela ainda não foi completamente compreendida e estudada.

Considerando que os jogos olímpicos de Pequim estão muito próximos, o pesquisador Ronald Evans, do Instituto Médico Howard Hughes, afirma que já desenvolveu um teste que pode identificar a presença da droga tanto no sangue como na urina. Por isso ele já entrou em contato com Associação Mundial Antidoping para que ela inclua as substâncias na lista de medicamentos proibidos durante os jogos.

Fonte: Banco de Saúde

Anúncios

Medicamentos Genéricos – ANVISA

Medicamentos Genericos

Na embalagem dos genéricos deve estar escrito “Medicamento Genérico” dentro de uma tarja amarela. Além disso, deve constar a Lei nº 9.787/99. Como os genéricos não têm marca, o que você lê na embalagem é o princípio ativo do medicamento. Fique de olho!

E não esqueça de perguntar ao seu médico se existe um medicamento genérico equivalente ao seu. Caso exista, peça a inclusão na receita.

Mais informações sobre medicamentos genericos no site da ANVISA: Clique aqui!

Bulário Eletrônico da ANVISA: Informações sobre medicamentos.

O Bulário Eletrônico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, foi concebido para ser um banco de dados acessível via internet onde tanto profissionais de saúde quanto a população em geral, inclusive portadores de deficiência visual, possam acessar as informações contidas nos textos de bula dos medicamentos registrados e comercializados no Brasil.

Visando o uso e a prescrição racional de medicamentos, o portal traz ainda matérias sobre educação em saúde, notícias relacionadas a atualização das bulas, a legislação em vigor sobre o assunto, perguntas frequentes e também outros endereços eletrônicos de interesse na área de saúde.

Fonte: ANVISA

Matérias relacionadas:

Medicamentos genéricos e similares: Você sabe a diferença?
A prescrição de um medicamento é responsabilidade do médico após uma avaliação diagnóstica adequada. Mas é sua responsabilidade a compra e o uso consciente do medicamento.

Farmácia Popular: medicamentos até 90% mais baratos.
Projeto busca ampliar o acesso da população a medicamentos essenciais e diminuir gastos do SUS.