Depressao: Tudo o que voce precisa saber

Depressão: Reunião das últimas notícias, estudos e pesquisas sobre depressão de forma clara, prática e sem complicações.

Depressao, ou transtorno depressivo, é uma doença que freqüentemente está associada à incapacitação funcional e comprometimento da saúde física. Estimativas apontam que em 2020 será segunda maior causa de incapacidade. Também conhecido como depressao unipolar ou depressão maior.

O que é depressão?

Depressão é uma doença que afeta o sistema nervoso central, interferindo na emoção, percepção, pensamento e comportamento do indivíduo, causando grande sofrimento emocional e prejuízos para vida pessoal, social e profissional.
A depressão não é simplesmente um momento de tristeza, algo normal para todas as pessoas. É um estado que realmente interfere no próprio organismo e nas relações do indivíduo com o trabalho, lazer e família.

O que causa?

Diversos fatores combinados estão associados ao desenvolvimento de um episódio depressivo:

  • Fatores genéticos: Presença de genes relacionados a mal funcionamento de circuitos cerebrais relacionados a adaptação ao estresse e percepção de prazer.
  • Fatores ambientais: Exposição a poluentes pode estar relacionado a um aumento da predisposição à doença.
  • Fatores relacionados a outras condições clínicas: Outras doenças e distúrbios podem precipitar episódios depressivos como alterações hormonais, infecções, tumores e medicamentos. Uso de drogas.
  • Fatores psicológicos: Traumas de infância, separações, perda de pessoas queridas e estresse duradouro.

A combinação destes fatores leva um desequilíbrio nos neurotransmissores, as substâncias de comunicação entre os neurônios do sistema nervoso.

Quais os sintomas da depressão?

Os sintomas da depressão envolvem diversos aspectos do indivíduo, desde funções fisiológicas, passando pelo seu estado de humor até o comportamento social.
De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais (DMS IV), os sintomas são:

  • Sentimentos persistentes de tristeza, angústia ou de vazio.
  • Perda de interesse ou prazer nas atividades, incluindo sexo.
  • Sentimentos de culpa, desesperança ou pessimismo.
  • Irritabilidade ou perda de paciência.
  • Cansaço, fadiga ou falta de energia.
  • Dificuldades de concentração ou para lembra de pequenos detalhes.
  • Dificuldade de tomar decisões, insegurança.
  • Insônia, sono fragmentado ou sono não restaurador.
  • Sonolência diurna.
  • Excesso ou redução do apetite.
  • Pensamentos sobre suicido.
  • Dores persistentes que não melhoram com o tratamento. Incluindo dores de cabeça, pelo corpo e no estômago.

Conseqüências da depressão

A depressão traz uma enorme quantidade de sofrimento e prejuízos à vida da pessoa acometida.

  • A principal conseqüência da depressão é o suicido. Mesmo quando o a tentativa não é fatal, suas conseqüências são devastadoras, com seqüelas físicas e psicológicas.
  • Prejuízos nas relações familiares, que pode levar ao isolamento ou até a separação conjugal.
  • Prejuízos na vida profissional, com queda de rendimento, perda de produtividade e aumento de afastamentos.
  • Prejuízos em outros tratamentos médicos. O paciente afetado pela depressão tem menor interesse em cuidar de si mesmo, apresentando menor aderência aos tratamentos. Além disto, o organismo deprimido apresenta menor resposta imunológica.

Diagnóstico da depressão

O diagnóstico do transtorno depressivo é realizado pelo médico, em especial o médico psiquiatra por meio de uma consulta clínica detalhada.

Durante a consulta, por vezes, é necessária a presença dos familiares para auxiliar o diagnóstico.

Também são utilizados exames para subsidiar o diagnóstico, esclarecendo sobre complicações clínicas e outras doenças associadas. Estes exames são solicitados de acordo com o critério clínico de forma personalizada para cada caso, mas alguns podem ser citados por serem os mais comuns:

  • Hemograma completo.
  • Glicose, uréia e creatinina.
  • Dosagens hormonais.
  • Dosagens de eletrólitos.
  • Sorologia para sífilis.
  • Sorologia para HIV (com o consentimento do paciente).
  • Tomografia computadorizada de crânio.
  • Eletroencefalograma.

Tratamento da depressão

O tratamento do transtorno depressivo deve ser feito pelo médico, em especial pelo psiquiatra.
O transtorno depressivo ou depressão é uma doença que pode ser tratada com grande eficiência, apresentando respostas acima de 85%.

O tratamento da depressão é feito com medicamentos chamados de antidepressivos, que agem no sistema nervoso central restaurando o equilíbrio dos circuitos e dos neurotransmissores.

Estes medicamentos NÃO causam dependência, mas só podem ser comprados por meio de receituário médico, por serem substâncias com ação no sistema nervoso central.

Dentre os medicamentos antidepressivos mais comumente empregados estão:

  • Inibidores seletivos de recaptação de serotonina: Fluoxetina, Paroxetina, Fluvoxamina, Sertralina, Citalopram e Escitalopram.
  • Inibidores de recaptação de serotonina e noradrenalina: Venlafaxina e Duloxetina.
  • Inibidores de recaptação de dopamina e noradrenalina: Bupropiona.
  • Antagonistas seletivos de noradrenalina e serotonina: Mirtazapina.
  • Tricíclicos: Amitriptilina, Nortriptilina, Clomipramina e Imipramina.
  • Inibidores da monoaminoxidase: Moclobemida.

Em casos graves, onde existe necessidade de resposta mais rápida, como é o caso de pensamentos suicidas persistentes, o médico pode prescrever a eletroconvulsoterapia (ECT). A ECT é um procedimento indolor, feito sob anestesia, com recuperação rápida (menos de uma hora, o paciente retorna para casa).

Psicoterapia para depressão

Muitas vezes o médico psiquiatra, também recomenda que o paciente faça psicoterapia, conduzida por psicólogo, que quando associada ao tratamento medicamentoso apresenta muitos benefícios, ensinando o indivíduo a se compreender melhor, desenvolver estratégias para lidar com estresse e com outras questões pessoais.

Tratamento da depressão na gravidez

A depressão é uma doença que pode causar danos a gestante e ao seu bebê, portanto merece atenção do médico. Os tratamentos com Inibidores Seletivos de Recaptação de Serotonina foram classificados pela Agência de Regulação de Medicamentos Americana (FDA) como categoria B, ou seja “Não há evidências de risco para seres humanos, mas estudos adicionais devem ser desenvolvidos”.
A conclusão é de que o médico deve ponderar entre os riscos e benefícios, escolher um tratamento com riscos mínimos para a gestante e seu bebê.

Tratamentos associados

Adjuvante ao tratamento, existe uma medida também comprovada e eficiente contra a depressão: A prática regular de atividades físicas, mesmo caminhadas moderadas 03 vezes na semana já mostram resultados positivos.

Tratamentos alternativos

Não existem evidências científicas, até o momento, para o emprego de massagens, aromaterapia, florais de Bach ou homeopatia no tratamento da depressão.

Referências

1. Marcelo Pio de Almeida Fleck , Beny Lafer , Everton Botelho Sougey , José Alberto Del Porto , Marco Antônio Brasil e Mário Francisco Juruena. Diretrizes da Associação Médica Brasileira para o tratamento da depressão. Rev Bras Psiquiatr 2003;25(2):114-22.

2. Depression. National Institute of Mental Health. Publication no. 07-3561. Revised 2007. Publicação revisada em 2007 pelo Instituto Americano de Saúde Mental.

About these ads

34 Respostas

  1. Boa tarde.
    Estou gravida de quase 3 meses e sofro de depressao. Larguei o paroxetina a cerca de 1 mes, mas to a sentir muito a falta. pois ando constatemente com mtos nervos.TO com mto medo pois agora nao estou sozinha e tenho o meu filho dentro de mim.Tou mto triste com a situaçao. O q devo fazer??
    obrigado
    Tania

  2. Estou passando por uma situação muito dificil, minha mulher está sofrendo de depressão, tudo começou ja algum tempo + – 6 meses, começou com o trabalho (vendas confecções) que não estava dando certo, depois teve uma discursão com sua irmã, onde o estado dela piorou, depois de 2 meses outra briga com outra irmã ai ela caiu de vez, está tomando medicação (sertralina e clonazepam), moramos em casa divida com as outras irmãs + independentes eu acho que as irmãs não entedem o problema que ela esta passando, falamos com o psiquiatra ele disse que tem que ter ajuda da familia não acontece com ela, as duas irmãs se uniram estão contra ela, a mãe parece que tomou uma posição e está do lado da irmã da 2ª briga, porque a mãe achou que ela (minha esposa) jogou muito pesado com a irmã e não sei + o que fazer não tenho condições para alugar uma casa e me afastar das irmãs me ajudem ela fala muito em suicidio que as irmãs a odeiam e que a mãe tomou posição contrária a ela, o que devo fazer me ajudem.

    • Olá.
      Não sou médica, nem nada, mas tentar compreender é a melhor forma para perdoar. Tenta conversar com as suas cunhadas, leve – as ao médico de sua esposa para que ele mesmo possa falar sobre a doença dela,pois depressão é considerada uma patologia. Se elas não quiserem, imprima artigos sobre depressão na internet e deixe para elas lerem.Elas podem até jogar no canto os seus impressos,mas uma hora elas vão pegar para ler.
      Espero ter ajudado,pois sofro de depressão e meu marido,por falta de informação, não me compreendia e foi assim que eu fiz. assim que ele entendeu sobre a doença, passou a me ajudar e parou de me criticar.

  3. estou desesperada, tudo q passa pela minha mente é achar uma forma de tirar minha vida, não tenho motivação para comtinuar a viver. a saude publica não leva a serio nos depressivos, somos apenas tratados como loucos, esquisitos, não fazem um tratamento sério e nem mesmo um acompanhamento e escrevendo aqui, aumenta mais minha indignação e reforça a vontade de me excluir deste mundo mercenário, onde só tem saude que tem dinheiro, licito ou ilicito, os “povão” que paga altas taxas de impostos fica a merce de promessas! SOCORRO – ME AJUDE

  4. Boa noite. Não sei exatamente se o que eu tenho é depressão.. Daqui a uma semana eu faço quinze anos, e desde dois mil e quatro ( à 5 anos atrás), eu me sinto assim, não era tão intensa minha semsação de vazio, porém, já existia. Ultimamente eu tenho me sentido muito mais precisa de carinho, alguém que me entenda. E a cada uma semana 4 noites eu choro antes de dormir, em 2004 eu tive minha primeira tentativa de suícidio. De lá pra cá, eu tenho tentado cortar os pulsos inúmeras vezes, eu não consigo cortar definitivamente, me faltam forças, e choro ainda mais. Mas tenho marcas antigas e recentes no pulso direito. Eu achava que eu era apenas sensível de mais. Mas o meu professor de matemática andou conversando comigo, e disse que há 99% de possibilidade de eu ter depressão. Minhas amigas se preocupam muito comigo, mas não quero preocupar ninguém. Eu não tenho vontade mais de acordar pra ir pra escola, quando eu vou, eu fico num canto sozinha, escrevendo .. As vezes tento até me reenvolver com meus colegas, mas dá mais vontade de estar sozinha. Do nada eu fico rindo a toa, acho graça de tudo e de todos, mecho com todo mundo, parece que eu sou a pessoa mais feliz do mundo,mas do nada a alegria some :/ E começo a tratar todo mundo mal, não é porque eu quero dar foras, mas eu me irrito com tudo, até mesmo se a pessoa perguntar se eu estou bem.Preciso de uma definição do que eu tenho, talvez possa ser apenas um fase da vida. Correto?

    • Oi, eu tambem tenho 15 anos e comigo acontece quase a mesma coisa ,é mesmo a pior coisa do mundo, mas nós precisamos de ajuda, não conseguimos vencer isso sozinhos eu sei disso,preucure um médico ele vai te ajudar. melhoras

    • Olá!!!!!
      Tenho 37 anos e quinze anos atrás, com 22 de idade tive uma depressão pós parto terrivel!! Não sabia o que era e nem a minha familia, sofri de alucinações e quase tirei a minha vida. Até hoje tenho recaidas as vezes e tomo remédio o tempo todo. Compreendo o que você sente, porque já senti. Acredito muito em Deus e ele me mostrou que o acompanhamento de um médico é importante, no meu caso me salvou. No começo receamos de pedi ajuda, sentimos vergonha ou não temos mesmo interesse em viver, mas vale a pena. Um especilista vai te ajudar a entender melhor o que acontece e o uso de alguns remédios vai te trazer qualidade de vida. Faça o que eu fiz AGARRA-SE a vida, viver é maravilhoso, você é muito jovem, ainda vai ser muito feliz. Busque ajuda logo, não espere mais, vá direto a um psiquiatra, as pessoas ficam doentes de várias coisas, adoecem também do sistema nervoso, que é o caso. A terapia vai te trazer auto-conhecimento, auto-confiança e você vai se sentir mais linda cada dia em que o tratamento for agindo no seu organismo. Tenho uma filha com sua idade e te aconselho como se fosse minha filha. Eu entendo você o sofrimento é imenso sim, mas existe tratamento, talvez vc não precise ficar em tratamento por anos como eu, porque vc é muito jovem ainda. Hoje eu sou realizada profissionalmente, amo sorrir, estudar, tenho uma familia linda e nem todos nela me entendem, e dai? consigo ser feliz e todos os dias eu repito: A DEPRESSÃO NÃO É MAIS FORTE DO QUE EU e nem mais que você. Procure um médico agora mesmo, DEUS espera isso de você pra te ajudar.

      Esqueça a morte, aproveite a vida, você tem muita vida pra viver, sorria, pratique esportes, dance, cante, paquere e viva!!! Mas por favor busque ajuda de um médico.

      Maria

    • A biblia minha querida Luuh, nos esplica esses problemas, no livro de 1º de João5:19 diz :¨Sabemos que originamos de Deus mas o mundo inteiro JAZ no poder do iníquo [pervesso,malévolo] . Ha no livro de salmos no capitulo 10 indicando como o iniquo procede, gostaria muito que vc lesse inclusivel no versiculo 10,11 mostra q/ ele se apodera de um ponto fraco nosso, causando assim um exercito de deprimidos. Que doença é essa que o mundo se vê envolvido e q/ se pesquisa e não encontra a causa verdadeira, ñ so essa mas muitas, a esplicação esta
      em quase todos os livros que compoem a Biblia Sagrada. Ela tambem dis como nós devemos nos preteger, de alguns maus fisicos e principalmente do mal espiritual que essas doenças nos causam.
      É o que Davi em seus canticos de louvor diz que fez: se REFUGIOU em JEOVA Aquele que nos criou sabe do que presisamos. Jeoava nos manda vários recados e informações, porque estamos passando por isso, e um dos recados muito importante esta em Isaias33:24 diz que quando reformular o siatema, :nenhum residente dirá: ¨¨ ESTOU DOENTE¨¨

    • luuh, sei que faz muito tempo que você escreveu isso e eu te conheci agora, mas foi o bastante pra entender… não sou médico e não vim te apresentar uma cura, só vim deixar bem claro que você é simplesmente a garota mais incrivel que eu conheci, tanto é que eu me apaixonei tão rápido! encontrei esse site procurando qualquer informação sobre você pois você não sai da minha cabeça desde o momento que eu te vi. :) … sei que vc tem um namorado e gosta muito dele e isso não me deixa chateado pq tudo que eu quero é te ver feliz, sempre … bjs
      I LOVE YOU

  5. boa tarde todos voçes que estao lendo a minha historia ,desde de infancia fui uma mulher muito doente, faz 5 anos que perdir o meu pai depois disso e so choro e tristeza.a melhor coisa dessa vida e buscar jessus porque ele e cura pra tudo nessa vida .
    Se fomos buscar no homen nada encontramo;se ele não curar ninguem mais pode resolver,só nele encontramos força para essa vida.Jesus veio para dar vida com abunacia,se ele prometeu que levou todas nossas enfermidades não devemos aceitar, essa obra do mal em nossas vidas.Jesus prometeu é fiel para cumprir

    • A fé,,,,,é fundamental para a cura,,,Jesus está dentro de nós por isso a cura também está dentro de nós próprios! Acho que entrei em depressão ha 4 meses…tive um esgotamento nervoso e agarrei-me á fé. Não tomo medicação, tenho receio de drogas, bebo chás, faço yoga, tratamentos de energias e acredito em Jesus, oro muito e peço muito porque sei que Jesus nunca nos abandona.

  6. os sintomas de desrealizaçao depois de uma depressao tem cura total??

    • Nos ´so podemos ter cura total, se reconhecermos que o mundo esta a mercer de Deus. E simplesmente pararmos de adorar deuses falsos que não valem de nada diante do CRIADOR dos Homens. Mas como isso é Biblicamente impossível porque estamos debaixo de um governo espiritual muito forte para nós, mas temos A GRANDE SALVAÇAO QUE ESTA EM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO porque foi para isso que ele morreu. E ai sim vira a grande limpesa da humanidade que esta muito proximo, em que viros, bacteris, e outros males não existirão. Vamos viver a realidade da SAUDE. bjsss

  7. enviar-me novos comentáriosde novos artigos

  8. Tenho Depressão a mais de 40 anos e não sei mais o que fazer. Já fui em quase todos os Médicos poss[iveis e até agora nenhum deles acertou na Medicação, me ajudem por favor. Obrigada.

  9. Oi, eu tenho depressão desde os meus 14 anos hoje tenho 30 anos.
    Mas naquele tempo eu não sabia o que era isso, hoje eu percebi que se tratava de uma doença horrível.
    Só agora é que vou procurar tratamento, minha filha de 06 anos me pediu e eu não estou aguentando mais, tenho apenas o apoio das minhas filhas e dos meus pais, meu marido acha que é frescura, e para ajudar eu ainda tenho o toque.
    Estou precisando de muita ajuda, quem puder me ajudar eu agradeço

    • oi em 2008 eu tivi depressao,no melhor momento de minha vida.tudo estava bem,começei a chorar sem motivo ,achar a vida nao vale a pena,e dai começou os pençamentos de suicidio,isso mim pertubava muito,24horas por dias,começei a fazer tratamentos,usar remedios controlado.para piorar a situaçao em2010meu filho tevi meningiti e nao resistiu morreu,tudo tem piorado em minha vida.vivo em tristeza profunda.desejo morrer mas nao tenho coragem de mim matar,por que deus nao perdoa o suicida.mas tambem nao quero viver por favor mim ajude.

  10. olá pessoal, bom, li alguns depoimentos e em nenhum lugar, li sobre o trabalho do CAPS “Centro de Atenção Psicossocial”, o caps I, tem atendimento ambulatorial, ou seja, funciona 8hs diária, conta com um psiquiatra, enfermeiro, psicóloga, assis.social e téc. em enfermagem, o tratamento é mto eficaz, pois n é só medicamentoso, entra com psicoterapia, e oficinas terapeuticas, indico a todos os pacientes, inclusive juntamente com os familiares, pois a familia é a base e estrutura, n só do paciente como também do tratamento.

  11. bom pessoal tenho a mesma coisa que voces tudo começou com uma coisa que aconteceu com a minha mae (ela tem depressão )
    e toda vez que a vejo assim fico triste .
    faço tratamento de depressão á 1 ano e eu estava melhorando pensava eu né.. mais por conta disso decidi para com os remedios e agora meu deus está voltando tuuuudo de novo acho que até pior ou a mesma coisa . mais to confiante a Deus sei que ele vai me liberta eu e minha mae !!!!

  12. Tive depressão e não conseguia entender o motivo, ou os motivos que me levavam a isso. Fiz todos os exames clínicos e nada foi detectado. A vida, de modo geral, bem. Aparentemente não havia motivos para isso. Mas me angustiava ainda mais quando alguém da família me mandava reagir e sair dessa.
    Fui atrás da causa. Pesquiser, investiguei, até que descobri a uma substância chamada lítio contida no sangue, qd está com níveis baixos pode provocar depressão. Tiro certeiro. Fiz exame de sangue e estava mesmo muito baixo. Fiz um tratamento por 2 anos com carbolituin e sertralina e parei. Nunca mais tive crise.

  13. oi.me chammo juju.tenho 19 anos,e anddo passando por omentos complicados,ultimamente nao tenho tido vontade pra nada,a unica coisa q sinto é uma tristesa muito grande,uma coisa fora do comun.eu atualmente estou desempregada,passo a mioria do temp sozinha em casa.me falta o animo pra tudo,antes eu tinha tanta votade de sair,de conhecer gente nova.de estar nas festas ou nas baladas.hoje a unica vontade q tenho é de deitar e ficar quietinha.nao sinto vontade de conhecer ninguem,de nada.se eu pudesse queria ficar no meu canto sem ninguem me pertubar.nos ultimos meses,uma pessoa q eu considerava muito,meio q de uma maneira se afastou d emin,hoje nao tenho mais contato com ele.acho q isso e outras coisas me levaram a ficar assim.minha falta de apetite diminiu,as vezes demoro pra dormir,e outras vezes ate consigo dormir bastante,mas é como se eu smepre estivesse cansada,bom,so queria mesmo desabafar um pouco,num lugar onde ninguem venha me dizer q estou ficando louca ou coisa parecida.

  14. Oi!!!!
    Tudo comecou quando meu pai faleceu em 2002 sinti e ainda sinto muita falta dele entrei em depressao pela primeira vez em 2002 tentei me matar me enforcando em meu quarto minha mae chegou a tempo me interno consegui me recuperar ou pelo menos achei q tinha,ano passado descobri q minha irma e na verdade minha mae,minhas 3 melhores amigas em janeiro do ano passado um dia antes do meu aniverssario morreram em um assidente de carro e era para mim estar junto com elas,lembro q um dia antes sonhei com assidente e com todas nos me sinto muito culpada por nao ter contado do meu sonho para elas enquanto havia tempo,tentei me matar de novu comi chumbinho quase morri so nao morri pois estava passado da validade e fui levada a tempo para o hospital,minha irma q eu achava q era irma esta usando drogas some de casa fica 2,3 dias na rua e nos sem sabermos ond ela esta,minha familia vao enternar ela quando ela aparecer.
    Decidi fazer faculdade de psicologia fiz o vestibular comecei a cursar dia 13/02/12 mais estou pensando em desistir serei uma pessima psicologa.Nao sei o q fazer preciso muito de ajudo na minha vida nada da certo,em ummes perdi 8 quilos,sinto uma profunda tristeza tenho.
    Meu nome e Thayrine tenho 21 anos nasci dia 31/01/91

  15. oi gente eu consiqui voces tambem conseguiram porque tenho jesus dentro de mim e o sentimento mas gostoso coloque as suas tristesas nas maos dele e confie de verdade converse com ele e pronto bjs

  16. procure deus como eu tambem vou procurar isso er coisa de demonio
    hore ele nao tera força para vc
    ass polyana

  17. Tenho 32 anos, desde criança fui uma garota esperta para minha idade…isso fez com q ficasse madura…então..embora tivesse uma família mega presente em relação a tudo! mais isso não foi o suficiente! Tenho uma história longa..muito bonita, Linda! rsrsrs eu sei! e principalmente amiga, engraçada, divertida, líder, invejada,popular, total comunicativa…bom! casei, tive filhos, fui infeliz durante anos..e continuo sendo..mudei muito! estou afastada da minha empresa, por conta da depre..e estou com muito medo de não conseguir voltar o meu normal! Perdi total minha identidade..não sei mais quem sou! Me ajudem por favor!!!

  18. NA VERDADE EU TAMBEM SOFRO DE DEPRESSÃO BIPOLAR MISTA E O QUE TENHO PERCEBIDO É QUE COISAS QUE ANTAS FAZIA E QUE ERAM NORMAIS PARA MIM HOJE NÃO CONSIGO MAIS ATE ESTAR COM AS PESSOAS QUE EU SEI QUE ME AMAM QUE É MINHA FAMILIA NÃO CONSIGO TRABALHO O MAXIMO QUE CONSIGO AGORA TRABALHAR É 15 DIAS SINTO QUE CADA DIA QUE PASSA TENHO MAIS MEDO DE MULTIDÃO DAS PESSOAS ME ACHO UM CHATA TENHO A IMPRESSÃO QUE NINGUEM GOSTA DE MIM É HORRIVEL FAÇO TRATAMENTO MAS O MEU PROBLEMA ESTA NO ACORDAR EU NÃO SEI COMO VOU ACORDAR BEM OU COM VONTADE DE MORRER

  19. OLA EU ME CHAMO CARLA MINLHA AMIGA ESTA COM DEPRESSAO COMO POSSO AJUDA ELA NAO QUER MAIS VIVER O QUE POSSO FAZER OS FAMILIARES NAO A LIGA PARA ELA NAO COME AS DIAS NAO LEVANDA DA CAMA MAIS NAO QUER NAIS NADA ME AJUDA POR FAVOR ELA TEM VONTADE DE MORRER

    • Olá Carla!

      Não sou médica, mas tenho depressão há mais de 20 anos. Sua amiga precisa com urgência de ajuda de um profissional, a família precisa tomar ciência de que ela está doente e precisa de remédios e ajuda médica. Seu apoio neste momento é muito importante, ela não deve ficar sozinha, dependendo do grau de depressão ela pode tentar suicídio. Quando estamos muito deprimidos a ponto de não sair da cama, poucas palavras nos animam, portanto peça a ela que confie muito DEUS e aceite ser ajudada.

      Acompanhe-a a um CAPS lá existem especialistas e o atendimento é gratuito, mas não deixe de acompanhá-la e demonstre verdadeiramente o seu carinho e que se preocupa com ela.

      Que DEUS abençoe a sua amiga, dando a ela a coragem que precisa para encontrar logo o sentido da vida novamente.

  20. oi meu nome e ana tenho depressão a 17 anos estou afastada do emprego a 20 dias tenho medo de morrer a qualquer hora estou fazendo tratamento com outro medico a uma semana mas ainda não sai de casa tenho retorno na quinta feira mas estou muito preocupada de não acerta com outros medicamentos porque esse que ele me passou não esta so choro angustia gostaria de um psicólogo voluntaria moro na zona norte de são Paulo vila medeiros gostaria que algum profissional me ajdasse por favor sou bombeira e segurança tenho 39 anos e sou homossexual moro com uma mulher a 4 anos 22012579 967138088 obrigada ana

  21. ESTOU COM DEPRESSAO E ESTOU LUTANDO, MAS NÃO ESTA FACIL
    SE PUDEREM ME ACONSELHAR EU AGRADEÇO, ESTOU PRECISANDO

  22. Oi, tenho depressão ja faz 8 meses,eu não vejo melhora, sou acompanhada por um psiquiatra ,neurologista e cardiologista. Eu sou hipertensa ,tenho o coração acelerado só Deus.Eu não tenho ajuda de ninguém e tenho dois filhos adolescentes que vivem com o pai há muitos anos,desde o divórcio e logo me casei de novo e vivo há 13 anos com meu esposo e ele é a única pessoa que me ajuda e só não faz mais por causa do emprego e é disso que eu sofro fico sozinha o tempo todo e quando vou as consultas vou sozinha.Tomo seroquel 4 compridos de 25 mg,menelat de 30mg 1 comprido e meio,dormonid de 15mg 1 comprimido,anlodipino de 5mg 1 comprimido,selozok de 50 mg 1 comprimido e rivotril de 2,5mg 1 comprimido todos esses eu tomo a noite. E pela manhã tomo losartana+hidroclotiazida 100mg + 25mg.Por favor me ajudem como devo lidar com essa doença.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 38 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: